Revista Pcecia

This content shows Simple View

Madre Teresa de Calcutá

Nascida em 1910, Madre Tereza de Calcutá foi uma missionaria macedónia, conhecida no mundo todo pelo seu trabalho com as comunidades e pessoas carentes do 3° mundo. Madre Tereza descobrir sua vocação logo no início de sua vida. Aos dezoito anos, integrou-se a Casa das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto, onde logo criou uma congregação Missionária de Caridade.

Seu nome foi lhe dado devido a sua viagem missionária até a Índia, em 1931. Nesta época a madre estava dando início a sua vocação missionária humanitária, onde, posteriormente, ficaria conhecida pelo seu nome.

Neste país, madre foi professora e deixou o convento apenas 11 anos depois, após fundar a Congregação religiosa das Missionárias da Caridade (como citamos acima). Nesta congregação, as integrantes eram as próprias alunas de Madre Tereza, da época em que ela lecionava.

Início da vocação

Madre Tereza explica que, no início de suas obras, ela já havia recebido a determinação do ela seria e como deveria seguir sua vida no mundo. A Madre explicava que fora chamada a vida que teve para redirecionar sua vocação, para os necessitados. Isso, que se concretizou, foi chamado por ela mesma de “chamado dentro do chamado”.

Devido aos inúmeros trabalhos com a comunidade, Madre ganhou nome no mundo e foi condecorada e recebeu também inúmeros títulos pelas suas atitudes. Para continuação de seu trabalho, e facilidade também, Madre resolveu morar nas favelas indianas, onde decidiu trabalhar com construções de locais de abrigo aos pobres do país.

Após uma vida de luta contra a pobreza, Madre Tereza de Calcutá morreu no dia 5 de setembro de 1997, com um ataque cardíaco. Sua idade chegou aos 87 anos e continua nos inspirando pelas suas façanhas para o povo indiano.

Sua canonização foi concedida em decorrência com seu primeiro e mais lindo milagre, que foi também reconhecido. Devido as orações de uma indiana (Monica Besra), a Madre Tereza, Monica teria sido curada pelas suas feridas e sarada de seu tumor abdominal.

Para concretizar sua canonização, no Brasil, ocorreu um episódio em que o brasileiro Marcílio Haddad Andrino, teria recebido a cura, livrando-o de tumores no cérebro.



Os dez mandamentos – Quais são? Qual sua importância na história da Bíblia e porque eles foram necessários?

 

Os dez mandamentos contidos na Bíblia foram ordens passadas por Deus, três meses após o povo de Israel ter saído do Egito. Agora os israelitas se encontravam no deserto.

Moisés subiu ao monte Sinai, e Deus falou com ele, passando os seguintes mandamentos que a nação de Israel devia seguir:

1 – Não adore outros deuses; adore somente a mim.

2 – Não faça imagens de nenhuma coisa que há lá em cima no céu, ou aqui embaixo na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não se ajoelhe diante de ídolos, nem os adore, pois eu, o Senhor, sou o seu Deus e não tolero outros deuses. Eu castigo aqueles que me odeiam, até os seus bisnetos e trinetos. Porém sou bondoso com aqueles que me amam e obedecem aos meus mandamentos e abençoo os seus descendentes por milhares de gerações.

3 – Não use o meu nome sem o respeito que ele merece; pois eu sou o Senhor, o Deus de vocês, e castigo aqueles que desrespeitam o meu nome.

4 – Guarde o sábado, que é um dia santo. Faça todo o seu trabalho durante seis dias da semana; mas o sétimo dia da semana é o dia de descanso, dedicado a mim, o Senhor, seu Deus. Não faça nenhum trabalho nesse dia, nem você, nem os seus filhos, nem as suas filhas, nem os seus escravos, nem as suas escravas, nem os seus animais, nem os estrangeiros que vivem na terra de vocês. Em seis dias eu, o Senhor, fiz o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles, mas no sétimo dia descansei. Foi por isso que eu, o Senhor, abençoei o sábado e o separei para ser um dia santo.

5 – Respeite o seu pai e a sua mãe, para que você viva muito tempo na terra que estou lhe dando.

6 – Não mate.

7 – Não cometa adultério.

8 – Não roube.

9 – Não dê testemunho falso contra ninguém.

10 – Não cobice a casa de outro homem. Não cobice a sua mulher, os seus escravos, o seu gado, os seus jumentos ou qualquer outra coisa que seja dele.”.

Qual sua importância na história da Bíblia e porque eles foram necessários?

Deus instituiu os dez mandamentos para que servisse como um caminho de vida para o povo de Israel. As normas e indicam as condições necessárias para uma vida liberta do pecado, que afasta o homem de Deus.

A importância está na Aliança selada entre Deus e os israelitas. Eles foram necessários para que o povo saísse da ignorância espiritual, da falta de preceitos morais, e da ausência de ética e disciplina.

Além disso, naquele contexto o povo de Israel vivia em um estado de violência onde reinava o “olho por olho, dente por dente”, ou seja, toda ofensa deveria ser paga na mesma proporção.

 



Oração Salve Rainha – Onde surgiu? Para que serve? Como rezar?

 

De acordo com a igreja católica a oração é “falar com Deus” é uma relação de encontro ao Pai, Filho e Espírito Santo, para obter graça, bênção que Deus já está disposto a conceder, mas que tem que ser pedida ao crente ao que tem fé.

A Oração Salve Rainha é uma das orações mais populares entre os católicos. Quem a escreveu foi o monge Hermano Contractus por volta do ano de 1050 no mosteiro de Reichenau na Alemanha.

Escrita em uma época bastante difícil na Europa central, tempo em que ocorriam muitas destruições nas colheitas, desastres naturais, marginais invadindo povoados, sequeando e matando, epidemias, fome, pobreza.

Foi nesse momento de tantas misérias onde a alma de Frei Contractus buscou e elevou a Virgem Maria essa prece onde mistura sofrimento e esperança intercedendo a Virgem Maria.

Foi quando veio a ser conhecida pelos fiéis a oração Salve Rainha e foi um século após.

O monge Hermano Contractus por ver muita destruição de perto, fixou toda a sua atenção e orações a Virgem Maria que é Rainha do céu e da terra, pois Ela é “Mãe da misericórdia”, tem “olhos misericordiosos”.

Até hoje os fiéis continuando orando e intensificando seu louvor a essa oração da Salve Rainha, pelo sentimento que ela expressa, pela doce esperança e inspiração que ela traz, com todo amor que a Mãe de Nosso Salvador nos transmite, sempre sendo “advogada nossa”.

É uma oração de súplica a Nossa Senhora, pois Ela é “Mãe da misericórdia”. Uma oração de misericórdia “esses olhos misericordiosos”. Louvando Maria por misericórdia e justiça na terra “advogada nossa”. O poder que essa oração possui, movimenta o a fé de vários devotos.

Saiba agora como é a Oração Salve Rainha:

“Salve Rainha, Mãe de Misericórdia,
Vida, doçura e esperança nossa, salve!
A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva.
A Vós suspiramos, gemendo e chorando
neste vale de lágrimas.

Eia, pois, advogada nossa,
Esses Vossos olhos misericordiosos
A nós volvei,
E, depois desse desterro,
Mostrai-nos Jesus, bendito fruto do Vosso Ventre.
Ó Clemente, Ó Piedosa, Ó Doce Virgem Maria.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus,
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Amém.”

 



Oração de São Bento – Quando surgiu? Quem foi São Bento? Como é a oração?

 

São Bento é um santo bastante conhecido na cultura religiosa. Seus feitos são de grande esplendor e movimenta a fé de milhões de pessoas, mas são poucos os que sabem sobre sua real história.

São Bento pertencia a uma família nobre e nasceu em Umbria, cidade localizada na Itália. São Bento dedicava-se a estudos e orações. Passou cerca de três anos na vida eremita e se dedicou a esse tipo de cultura através de um senhor chamado Romano.

Enquanto São Bento vivia em uma gruta durante 3 anos, sem sequer receber visitas e se dedicando inteiramente a vida espiritual, um sacerdote da região estava fazendo seu jantar, como de costume, e escutou uma voz dizendo: estás fazendo sua comida enquanto meu servo, o Bento, está morrendo de fome no deserto.

O sacerdote saiu em busca e encontrou Bento escondido, disse-lhe a ele que era dia de Páscoa do Senhor e ofereceu-lhe uma comida.

Após algum tempo de isolamento, Bento começou a receber visitas. As pessoas que iam ao seu encontro, buscavam orientações e orações.

Mesmo sempre ajudando as pessoas e servindo ao Senhor, a bondade de São Bento começou a incomodar algumas pessoas e ele foi perseguido. Ele chegou a ser quase morto por causa de um vinho envenenado que lhe serviram. Mas São Bento, com sua humildade e fé, sempre orava antes de suas refeições e quebrou a maldição que haviam lhe servido.

Em sua imagem, São Bento possui uma batina preta que significa a Ordem dos Beneditinos, ordem que foi fundado por ele. A taça simboliza o episódio em que vivera, mas que não abalou nem seu corpo físico e nem sua fé.

O cajado de São Bento simboliza a santidade e o pastor. O livro em sua mão simboliza a sua conduta, ao levar uma vida inspirada por Deus. A barba de São Bento é longa e branca, fruto da sua sabedoria.

São Bento movimenta milhões de corações com fé e representa uma santidade que deve ser seguida.

Oração de São Bento:

“A Cruz sagrada seja a minha Luz. Não seja o dragão o meu guia. Retira-te satanás. Nunca me aconselhe coisas vãs. É do mal o que tu me ofereces. Beba tu mesmo do teu veneno. Rogai por nós Bem-Aventurado São Bento, para que sejamos dignos das promessas de Cristo.”

Amém!



Os Dez Mandamentos – Quando surgiram? Quais são os Dez Mandamentos e por qual motivo eles são importantes?

 

Todos nós já ouvimos falar sobre os Dez Mandamentos, mas o que muitos não sabem é quando eles surgiram. Os Dez Mandamentos surgiram na era em que Moisés estava a frente do povo israelense.

As pessoas que conviviam naquele contexto eram cobertas de soberba, maldade, mentira, desonestidade e vários outros pecados que deixavam a sociedade em desordem.

Moisés, um homem temente a Deus e aos Seus ensinamentos, guiava as pessoas que sofriam com a escravidão do Egito e que buscavam uma vida melhor, para a Terra Prometida.

Antes do surgimento dos Dez Mandamentos, Deus já tinha mostrado à Moisés o quão ele estava presente entre eles, como quando o Mar Vermelho se abriu e as pessoas que eram instruídas por Moisés sobreviveram.

Moisés seguia sua missão dia após dia e após receber um chamado de Deus para que subisse até o Monte Sinai onde iria falar com Ele, mais uma vez obedeceu e realizou o que havia sido ordenado.

Em sua ida ao Monte Sinai, o livro de Êxodo relata acerca da idolatria a imagens produzidas com ouro pelos israelitas, ato que foi fruto da impaciência do povo pela chegada de Moisés.

Deus estabeleceu a Moisés os Dez Mandamentos e o fez escrever sobre uma rocha cada um deles. Moisés, como sempre estava atento ao chamado de Deus e as ordens dEle, obedeceu.

A Bíblia Sagrada descreve os Dez Mandamentos da seguinte forma:

  1. Amará o teu Deus sobre todas as coisas.
  2. Não farás imagem esculpida nem adorará qualquer imagem.
  3. Não usará o nome de Deus em vão.
  4. Guardará o sábado para a santificação.
  5. Honrará teu pai e tua mãe.
  6. Não matarás.
  7. Não adulterarás.
  8. Não furtarás.
  9. Não levantarás falso testemunho contra teu próximo.
  10. Não cobiçarás o que pertence ao teu próximo.

As leis ordenadas por Deus para Moisés tiveram o intuito de trazer paz a sociedade, para que o povo pudesse segui-la e teve um papel fundamental em toda a história.

Os Dez Mandamentos foram aplicados como uma instrução ao povo, como um cuidado de Deus, para que os israelenses vivessem em comunhão e ordem.

 

 

 

 



Oração de Santo Expedito – Onde surgiu? Para que serve? Como Orar?

 

Santo Expedito é conhecido como o santo das causas justas e urgentes, por isso a sua oração deve ser feita por aqueles que possuem causas que necessitam ser solucionadas de forma urgente.

Expedito foi um bravo soldado que viveu no século IV. Ele comandava uma legião de soldados que guardava as fronteiras do oriente do império Romano contra as investidas dos bárbaros asiáticos.

Apesar de sua importante posição ele levava uma vida totalmente desregrada, até o dia que foi atingido pela benevolência de Deus e quis mudar de vida.

Conforme a tradição, o mal apareceu para Santo Expedito em forma de corvo e gritava CRAS, que em latim que dizer amanhã, ou seja, o mal não queria que ele se convertesse, mas que deixasse a sua mudança de vida para o amanhã.

Porém, pisando no pássaro que representava o mal, Santo Expedito gritou, HODIE, que significa hoje, por isso ele é o santo das causas urgentes, pois não deixa o seu auxílio para o depois, para o amanhã.

E por não negar sua fé em cristo foi morto pelo império Romano, levando seu amor por Deus até as últimas consequências.

Oração

Meu Santo Expedito das causas justas e urgentes, socorre-me nesta hora de aflição e desespero, intercede por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo. Tu que és um santo guerreiro, tu que és o santo dos aflitos, tu que és o santo dos desesperados, tu que és o santo das causas urgentes, protege-me, ajuda-me, dá-me força, coragem e serenidade. Atende o meu pedido (fazer o pedido). Ajuda-me a superar estas horas difíceis, protege-me de todos os que possam me prejudicar, protege a minha família, atende ao meu pedido com urgência. Devolve-me a paz e a tranquilidade. Serei grato pelo resto de minha vida e levarei teu nome a todos os que têm fé.

Obrigado.

(Rezar Pai-Nosso, Ave-Maria e fazer o sinal da Cruz)




top